Como tirar segunda via da CNH

A segunda via da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) é um dos serviços oferecidos pelo Departamento de Trânsito (Detran) de todo o país.

Saiba que a CNH é um documento é obrigatório na condução de veículos e que possui muitas informações necessárias, como CPF e RG, o que torna indispensável para sair de casa.

Vale saber que a segunda via da CNH deve ser solicitada quando ocorre perda ou extravio, já que nesses casos é proibido dirigir sem o documento.

No entanto, muitas pessoas não sabem como tirar a segunda via da CNH, por isso, separamos neste artigo algumas informações de como proceder.

Como tirar a segunda via da CNH?

Procure uma delegacia da Polícia Civil

Depois de procurar sua CNH e não encontrar, é importante levar seus documentos pessoais, como CPF e RG, para uma delegacia da Polícia Civil para fazer um Boletim de Ocorrências (B.O).

Esse registro é necessário para evitar que alguém use seu documento e para solicitar a segunda via da CNH na unidade do Detran da sua cidade.

Vale lembrar que o B.O pode ser utilizado enquanto a CNH não for emitida.

Verifique que você está habilitado para tirar o documento

Solicitar a segunda via da CNH é muito fácil, mas fique atento com essas condições:

  • A CNH não pode estar vencida (mas, se estiver, solicite a renovação e não segunda via);
  • Solicite no mesmo estado em que a CNH original foi emitida, caso contrário, o processo será mais demorado e complexo;
  • Não ter pagamentos pendentes com o Detran, como IPVA, licenciamentos e multas.
  • Separe os documentos necessários

Para não ter atrasos e não esquecer de nenhum documento é recomendado que você deixe fácil:

  • Documento de identificação que pode ser RG, Carteira de Trabalho ou Passaporte;
  • CPF;
  • Comprovante de residência (cópia e original);
  • Foto 3×4 quando for pedida, já que em alguns estados a foto é tirada pelo órgão de trânsito;
  • Boletim de Ocorrência com o registro de extravio, perda ou furto.

Solicite a segunda via da CNH

Graças à tecnologia é possível solicitar a segunda via da CNH de duas maneiras: pelo site ou aplicativo do Detran; presencialmente no órgão em que o documento original foi emitido.

Solicitar a segunda via da CNH pela internet é mais cômodo, mas saiba que nem todos os estados possuem essa opção. Muitos direcionam apenas como fazer.

Para saber se o Detran da sua escolha permite a solicitação deste documento, acesse o site oficial, clique em “Serviços ao Motorista” e depois em “Serviços para Habilitação”.

Entretanto, se não for possível solicitar pela internet, o condutor deve ir até o Detran com os documentos e preencher os formulários de requerimento.

É importante lembrar que algumas cidades não possuem Detran, nem mesmo aos arredores. Neste caso, é importante se dirigir a uma delegacia de Polícia Civil.

Mais segurança com a CNH Digital

Além de alguns estados permitirem a opção de tirar segunda via da CNH pela internet, está em vigor a CNH Digital, para facilitar o procedimento de quem perde o documento físico.

O aplicativo mobile, CNH-e, oferece mais segurança e comodidade para os motoristas. Vale saber que ele tem o mesmo valor jurídico, se comparado com a versão impressa.

Isso significa que você pode deixar o documento em casa e levar apenas a versão digital baixada no smartphone.

No app são armazenadas todas as informações da habilitação original para garantir a autenticidade do documento.

Saiba que esse recurso digital está disponível na Google Play e na App Store.

É importante frisar que a versão digital está disponível para todos os estados e Distrito Federal. Mas, o cadastro é liberado apenas os documentos emitidos partir de maio de 2017, com QR Code no verso.

Essa regra vale para primeira habilitação, renovação ou segunda via.

Para que a CNH Digital fique mais segurança, é importante registrar uma senha de quatro dígitos ou ainda permitir o reconhecimento digital ou facial do seu smartphone.

Essa medida é necessária para evitar que sua CNH seja violada em caso de roubo ou furto do celular do motorista.

O aplicativo permite também que o motorista visualize as infrações de trânsito que foram cometidas por ele ou com o seu veículo.

E tem uma notícia boa sobre a CNH Digital: se o órgão autuador do Estado aderiu ao Sistema de Notificação Eletrônica (SNE), o motorista pode escolher ter até 40% do valor das multas recebidas abatidas pelo aplicativo.

Mesmo que o condutor não escolha o benefício, as multas podem ser visualizadas.

Cuidado com a multa!

O Código de Trânsito Brasileiro afirma em seu artigo 232 que conduzir veículos sem os documentos obrigatórios é infração leve passível de penalidade de multa no valor de R$ 88,38, 3 pontos na carteira e retenção do veículo até apresentação do documento, portanto, se perdeu a CNH tire a segunda vida da CNH o mais rápido possível.

Mantenha seus documentos em dia!

Leia Também:

Deixe um comentário